China

China, com uma história registrada de 5.000 anos, é uma das civilizações mais antigas do mundo. Foi um dos países onde a atividade econômica foi desenvolvida pela primeira vez em 5.000 a 6.000 anos atrás, as pessoas no vale do Rio Amarelo já tinham começado a agricultura e criação de gado. No século 21 a.C., a China estabeleceu uma sociedade escravista, com a fundação da Dinastia Xia, escrevendo assim um final de longos anos de sociedade primitiva.
 
A República Popular da China foi fundada em 1º de outubro de 1949. Hoje, a China está a em processo de implementação de reformas e abertura políticas, mantendo uma economia de mercado socialista.
A China está localizada na parte oriental da Ásia, na costa oeste do Oceano Pacífico, que também está nos Hemisférios oriental e Norte. 
 
Faz fronteira com um grande número de países, incluindo a Rússia, Mongólia, Coréia do Norte, Paquistão, Índia, Vietnã e outros. Também faz fronteira com o Mar Amarelo, Mar da China Meridional, Mar da China Oriental e Coréia Bay.
 
Principais cidades: Nanjing (Nanquim), Hong Kong, Beijing (Pequim), Shanghai (Xangai), Guangzhou (Cantão) e Tianjin (Tientsin).
 
Entre seus maiores atrativos turísticos estão: a Cidade Proibida, o Templo do Céu, a Grande Muralha, o Antigo Palácio de Verão, o Jardim da Felicidade (Yu), a muralha de Xi'an, o Exército de terracota (ou Guerreiros de Xian ou ainda Exército do imperador Qin) e o Rio Lijiang entre outros.
 
Estações: Primavera, de março a maio; verão, de junho a agosto, outono, de setembro a novembro e inverno, de dezembro a fevereiro.
 
Pequim
Pequim, a deslumbrante e milenar capital chinesa é encantadora o dinamismo, a inventividade e a tradição deste povo acolhedor.
Lindo o passeio conhecendo a Praça Tian'an Men (Praça da Paz Celestial), talvez a maior do mundo e que está rodeada por uma série de monumentos de primeira grandeza: o Palácio do Povo, o Mausoléu a Mao Tsé-Tung, o Palácio das Nacionalidades e o Museu da História Chinesa. No centro da praça ergue-se, imponente, o obelisco erigido em homenagem aos Heróis do Povo. Uma caminhada nos levará a majestosa Cidade Proibida, corte de 25 imperadores até 1911. É o maior complexo de edificações antigas da China e cujo acesso era proibido aos cidadãos comuns, daí o apelido de Cidade Proibida, o belíssimo Templo do Céu, onde os imperadores iam rezar pelas "boas safras".
Imperdível a visita à Grande Muralha, construída originalmente para afastar os invasores estrangeiros. No trajeto, encontramos as construções feitas para os Jogos Olímpicos de 2008, onde se destacam os admiráveis "Ninho de Pássaro" e "Cubo D´água". A Grande Muralha, que possui mais de 6.000km de comprimento. É a única construção feita pelo homem visível do espaço. Teremos a oportunidade de subir a muralha e admirar a paisagem. Logo após, trafegaremos pela Alameda dos Espíritos, ladeada por mausoléus, estátuas de guardiões, animais e seres mitológicos. Neste vasto complexo está enterrado o maior número de imperadores no mundo.
À noite, sugestão uma visita à animada área de pedestres de Wangfujing, para se deleitar com suas tendas típicas, que oferecem uma diversidade de iguarias gastronômicas exóticas.
Conhecer o Palácio de Verão, erguido em 1888 pela rainha mãe Ci Xi. Ironicamente, a imperatriz usou parte do dinheiro para construir um extravagante navio de mármore que fica às margens do lago Kunming, no interior do próprio Palácio. Passaremos por várias edificações: o Monte da Longevidade, o Palácio de Benevolência, o Jardim da Harmonia Virtuosa.
 
Xian 
·         Antiga capital da China, a lendária Xian já foi a maior cidade do mundo e originalmente destino das inúmeras caravanas que percorriam a de Rota da Seda. Lá, em 1974, ocorreu a mais sensacional descoberta arqueológica do séc. XX: as milhares de estátuas em terracota em tamanho natural que guardam o túmulo do Imperador Qin Shi Huangdi há mais de 2mil anos. Há três galerias abertas até o momento, com cerca de 8mil figuras. Visitaremos uma dessas câmaras e ficaremos espantados com a perfeição e os detalhes das estátuas.
 
·         Xangai - É a  maior cidade da China.  Destaca-se  o famoso Templo do Buda de Jade e o Jardim Yuyan, um dos cartões postais de Xangai. Tarde livre. Aproveite para explorar a "Manhattan do Oriente", com suas imponentes construções e diversificado comércio, o Museu de Xangai, com grande acervo da antiguidade chinesa.
·         Hong Kong - Logo na chegada podemos perceber  o quanto essa metrópole  é moderna e vivenciarmos os ares futuristas.
·         Sugestão? Uma boa opção é jantar a bordo de um barco, em um agradável cruzeiro pela baía de Hong Kong.
·         Colônia inglesa desde 1860, Hong Kong transformou-se num dos Tigres Asiáticos e foi considerada a Joia do Império Britânico. Em 1997, Hong Kong voltou ao domínio da China, mantendo, porém, administração própria. Hong Kong é uma cidade fascinante, desde a sua disposição geográfica - comparada habitualmente a outras três cidades: Sydney, Rio de Janeiro e Cape Town - à mistura de etnias e ao colorido das luzes.
·         Visitar  em Hong Kong: o Pico Victoria; Repulse Bay, uma típica aldeia de pescadores; Aberdeen; os bairros residenciais e comerciais, a Nathan Road, também conhecida como "Golden Mile", com sua explosão de luzes.
·         Sugestão, visita em hydrofoil a Macau, antiga colônia portuguesa, que também foi devolvida à China. Além de visitar todas as reminiscências lusitanas, testemunharemos o empenho para fazer de Macau a Las Vegas da Ásia.