Croácia

A Croácia recebe mais de 800 cruzeiros turísticos em seus portos nas principais cidades costeiras  apenas no verão.
Ao longo dos 1.778 quilômetros de extensão de sua costa, iates de europeus endinheirados disputam palmo a palmo um espaço no mar de água verde/azul-turquesa cristalina, enquanto locais bem vestidos passam o tempo entre cafés estilosos e butiques em alguma das diversas “old towns”.
A descrição acima caberia bem a qualquer trecho do litoral grego ou à Costa Amalfitana, na Itália, mas se aplica igualmente à Croácia, que começa a atrair os brasileiros aos poucos, mas que há pelo menos uma década ganhou o título de a “melhor praia da Europa”. A primeira explicação está na localização: com o Mar Adriático em seu quintal, foi preciso apenas remodelar cidades já atrativas como Dubrovinik e Split para atrair os euros dos europeus com gostos mais refinados. Outro motivo é que, apesar de mais cara que outros países do centro-leste europeu, a Croácia ainda cobra preços convidativos para quem está acostumado a curtir férias em Ibiza ou Santorini. O mar é o grande cartão-postal desse país, mas dê uma chance ao conjunto de lagos que forma o parque nacional de Plitvice Lakes ou à culturalmente rica capital Zagreb para sentir um pouco do que tem a oferecer essa ex-nação da Iugoslávia que se tornou uma das maiores potências turísticas do continente.
 
A COSTA DÁLMATA
Um passeio que vem ganhando muitos fãs na Croácia é o cruzeiro pela costa do Adriático. Desde o arquipélago de Zadar até Dubrovnik, ao sul, passando pelo paraíso do windsurfe em Brac e as montanhas e casas históricas de Hvar, Vis, Mljet e Jelsa, o turista fica mesmerizado com o belo espetáculo de ilhas rochosas, belo mar, história e natureza. Há ferres que ligam cada uma das ilhas e há boas pousadas em boa parte delas.
 
COMO CHEGAR
Não há voos diretos entre o Brasil e a Croácia. No entanto, cidades como Dubrovnik, Zagreb e Split são acessíveis através de conexões feitas em boa parte das grandes capitais europeias que tem voos para o Brasil.
Por terra, cidades como Zagreb estão ligadas a cidades turísticas importantes do centro da Europa como Budapeste.
Chegar de carro também é uma excelente opção, principalmente para aqueles que planejam conhecer lugares mais isolados, incluindo a Eslovênia.
O aluguel de carro dentro e fora da Croácia é muito simples e as estradas são, no geral, bem mantidas e sinalizadas.
 
GASTRONOMIA CROATA
Com sua longa história e localização geográfica, a cultura croata é um tanto heterogênea, repleta de influência de povos que por aqui passaram. O mesmo vale para sua culinária, rica e variada. Na costa dálmata a oferta de pescados e pratos típicos gregos, vênetos e italianos estão bastante presentes, enquanto que em Zagreb e nas regiões montanhosas há claras inspirações húngaras, turcas e austríacas. Portanto, não se surpreenda em achar, com bastante frequência, especialidades regionais como goulash, apfelstrudel, baklava, nhoque e pimentões recheados nos restaurantes locais.
 
Lugares interessantes:
Zagreb, a capital charmosa da Croácia, importante visitar: Igreja de São Marcos, a Catedral, a igreja barroca de Santa Catarina, o Parlamento e o Palácio do Governo.
Parque Nacional dos Lagos de Plitvice, uma incrível maravilha da natureza, que abrange 16 lagos de águas verdes unidos por 92 cascatas.
Zadar, cidade que guarda um rico patrimônio histórico e cultural, onde se destacam a igreja de São Donato com aspecto de castelo, o Fórum Romano e o famoso"Órgão do Mar".
Split, encantadora incluída na lista de Patrimônios Mundiais da UNESCO com o famoso Palácio Diocleciano, o Templo de Júpter e o Peristilo.
Medjugorje, cidade preferida pelos católicos em função da aparição da Virgem Maria no ano de 1981, ocasião em que ela comunicou sua mensagem de paz a algumas testemunhas.
Dubrovnik, conhecida como a "Pérola do Adriático" de sua orla  descortinam-se o Mediterrâneo e sua imensidão azul esverdeada.
Uma das mais belas cidades edificadas com pedras do mundo, cuja cidade antiga foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO. Dubrovnik sempre foi uma metrópole cultural, e sua rica história de mais de mil anos se reflete em cada parte da cidade e através de seus monumentos históricos, garantindo à região um charme especial. Alguns dos principais atrativos da cidade são: Fonte de Onofrio, o Monastério Franciscano - que preserva uma das três farmácias mais antigas da Europa, e a Catedral. Também tem charmosos  cafés , boutiques  e bons restaurantes.